Artigos

tercio

In Artigos

História ou estória?

 

História ou estória?

Creio que essa disputa/briga/barraco começou cedo na história ou estória da humanidade, pois Luciano de Samosata, na sua “História verdadeira”, já tratou do assunto, oportunidade em que nos legou o paradoxo do mentiroso.

 

Ora, dirão alguns, se era “história”, não precisava do qualificativo verdadeira, pois a “história” já traz em si esse complemento necessário.

A sabedoria popular tem nos dito que:

"A história é sempre escrita pelos vencedores".

e,

"Enquanto a história da caça ao leão for contada pelos caçadores, os leões serão sempre perdedores".

Costuma-se distinguir história de estória dizendo-se o seguinte:

História relata os fatos concretos ocorridos no passado. Portanto, relata a verdade do que ocorreu em determinado momento com a humanidade.

Estória são invencionices, criações das mentes humanas, ficção, mito, relatos fantásticos, maravilhosos, encantadores, emocionantes de fatos que não aconteceram! A estória relata o falso, a mentira, a ilusão!

Do acima se pressupõe que existem fatos verdadeiros e fatos falsos!

Assistindo o desenho “Gravity Falls” com minha filha Tunica (Antonia Angela Pinheiro-Lima Barbosa, para os íntimos) de 6 anos, ouvi de um personagem:

“Fato determinado é notícia do passado”!

O tom era jocoso e entendi que ele queria dizer: “é coisa velha, sem valor, pois o passado para nada serve, está superado”!

Peguemos, no concreto, contudo, sem ser cimento armado:

Uns costumam dizer que, por exemplo, Eric Hobsbawm era um grande historiador!

Já seus desafetos afirmam que Hobsbawm era um grande mentiroso, pois desvirtuava os fatos para que eles coubessem na moldura que ele desejava.

Um verdadeiro Procusto!

Hobsbawm é apenas um exemplo, quero enfatizar, pois dizem o mesmo do nosso Câmara Cascudo?!

Em um tema muito debatido, temos dois livros interessantes:

"O livro negro do comunismo", de Stephane Courtois, e

"O livro negro do capitalismo", de Gilles Perrault.

Nesses livros os autores procuram desdizer o que o outro diz!

Quem está com a razão?

Um grande (em tamanho) jornal brasileiro tem uma página chamada “opinião do leitor”, que é uma espécie de ataque e defesa expostos por dois autores diversos (tem autores, não se espantem, que escrevem contra e a favor, tudo a depender dos honorários recebidos!).

Portanto, quando os autores estão fazendo “história” ou “estória”?

Para mim nunca, pois não temos padrões para aferir o que cada um deles diz, pois encontram apoiadores ou opositores no mesmo número, sendo impossível saber-se se o que expõem é verdadeiro ou falso, tudo ficando a depender do lado que você, visando aos seus interesses, elege e segue.

Assim, não morra por isso, escreva história ou estória, tanto faz, pois elas acabam sendo absolutamente equivalentes!

Recomendo, a quem tiver interesse, obviamente, a leitura do livro “As mais famosas lendas, mitos e mentiras da história do Mundo”, de Richard Schenkman, que, pelo que dissemos, poderia ter por título: “As mais famosas lendas, mitos e mentiras da estória do Mundo”, pois daria no mesmo.

Por fim, quando você ouvir o questionamento sobre o que seria o certo, dê de ombros e diga: tanto faz!

 

Até mais,

 

Você está aqui: Home Artigos História ou estória?