Contos Escritos Meus

tercio

Sobre as bolsas de estudos aos menin@s de Maraã!

 

Querida Luzanira e demais amigos de facebook e de vida e de Maraã.

 

Você me envaidece ao dizer isso (“Luza Alves – Dr.Osório por favor, seja mais presente em favor do nosso povo menos favorecido que desde antes sofrem injustiças...”)!

 

Tenho tanto carinho por todos vocês/nós aí de Maraã que você nem é capaz de imaginar!

Quero a todos muito bem!

Sempre que algo esteve ao meu alcance, tentei “ser mais presente em favor do nosso povo”!

Você deve se lembrar que estive em Maraã na época da primeira eleição do filho do seu Chiquito. Pensava eu, na época, que as coisas iriam, a partir daí, seguir um bom caminho! Como, a meu ver, não seguiram, nunca mais participei de eleições por aí!

E se falo de eleições é por acreditar que todos os problemas graves que Maraã sofre podem (e deveriam) ser resolvidos pelo Poder Público Municipal (resumindo: pelo prefeito)!

Infelizmente, até agora, ao que sei, “a prefeitura” mais serviu para enriqiecer alguns que a servir ao nosso povo, ao qual você, corretamente, se refere!

Certamente que existem outras pessoas mais estudadas, conhecedoras e competentes do que eu para fazer mais pelo nosso povo.

Duvido, contudo, que haja outra pessoa que goste mais de Maraã e do nosso povo do que eu!

Portanto, na medida de minhas forças e de minhas limitações, continuarei fazendo, mesmo que “muito pouco”, pelo nosso povo, pode acreditar!

Aliás, sobre o tema que iniciou esta conversa, veio à rede alguém para dizer o seguinte:

Eis aqui o motivo de tanta HESITAÇÃO, tornando um descaso e total desrespeito com os UNIVERSITÁRIOS que tentam uma graduação... sarcasmo será? COMO PODEM APROVAREM UMA LEI tão FALHA E TÃO INCOMPLETA? Isso tornou um verdadeiro déficit para os cofres públicos municipal... aqui está senhores o problema e sua natureza... PECARAM tanto o LEGISLATIVO quanto o EXECUTIVO, ao aprovarem essa "LEI FAJUTA"... na REUNIÃO DESTA TERÇA, PEDI aos parlamentares da atualidade a reformulação desta lei.... vamos vê no que irá resultar, acompanhem SENHORES BOLSISTAS!...

Creio que, independentemente do seu conteúdo, me cabe defender a tal lei!

E o faço por uma razão muito simples: no meu tempo de estudante com minha mãe ainda morando em Maraã, nem lei tinha!

De vez enquando eu comia na casa do então prefeito, seu Simão, levado por seu filho “Marquinhos”, a quem devo tanto e a quem cultivo grande carinho e amizade.

Ou seja, quisera eu, na minha época, ter tido tal ajuda por qualquer lei!

Não sei se existiram outras leis anteriores a essa, oriundas de outras Administrações, mas, posso afirmar, leis existem para serem mudadas, tanto assim que elas costumam encerrar com a seguinte frase:

“Esta lei permanecerá em vigor até que outra a substitua ou a revogue”!

Portanto, as leis já nascem sob o signo da provisoriedade!

Lendo o texto acima, confesso que compreendi muito pouco do que ele diz ou tenta dizer!

Ataca a “lei das bolsas” mas não diz o mal do qual ela padece para impedir o pagamento aos bolsistas?

Qual seria ele?

As razões de um possível “déficit” também não são explicadas!

Porém, o mais grave, a meu ver e sentir, é dizer que a lei existente será mudada sem, contudo, explicar em que direção!

Como “a nova lei” tratará o tema?

Cadê o anteprojeto e/ou projeto mostrando a direção das “mudanças” e para ser discutido por e com todos e, assim, melhorado, como todos queremos?

O que me impressiona é, contudo, os estudantes pagarem, com seus sofrimentos, ao não receberem os valores das bolsas, por um erro, engano, ignorância, a que não deram causa!

No caso, penso que o melhor seria: pagar e depois corrigir as falhas da bendita lei, já que existente!

Obrigado a todos pela leitura!

 

Inté,

 

Você está aqui: Home Artigos outros escritos meus Sobre as bolsas de estudos aos menin@s de Maraã!